O Calendário de vacinação mudou!

vacina_familia

Caras mamães, papais e toda a família: o ano de 2016 promete! E como o Brasil não é feito só de Carnaval e Olimpíadas, vamos ao foco principal dessa postagem, as novas mudanças no calendário de vacinação, que já estão acontecendo! Como a mudança não correu apenas para vacinas antivirais, o Dotô incluiu também as vacinas que previnem infecções bacterianas. Informação nunca é demais e a prevenção é a melhor medida de proteção sempre.

Vamos lá, anotem aí:

1. Vacina contra hepatite A. Para garantir a proteção das nossas crianças de até dois anos contra o vírus da hepatite A. Como era antes: aplicada a partir de 12 meses de idade. Como será agora: aplicada a partir de 15 meses de idade.

2. Vacina contra hepatite B. Essa vacina irá proteger vocês, queridos pacientes, da infecção contra o vírus da hepatite B. Como era antes: A vacinação ocorria até os 50 anos. Como será agora: Agora o público-alvo é TODA A POPULAÇÃO. Ou seja, os idosos, que eram os únicos que estavam de fora, agora podem se vacinar.

3. Vacina contra poliomielite. Mesmo não tendo mais casos no Brasil a um bom tempo, enquanto a doença não for erradicada, ou seja, enquanto o vírus da pólio ainda estiver por aí, precisamos vacinar nossas crianças. O público-alvo continua sendo as crianças de até 5 anos de idade, porém o esquema vacinal mudou. Como era antes: a terceira dose era por via oral (a famosa gotinha) usando o vírus atenuado. Como será agora: a terceira dose será injetável, usando vírus inativado (popularmente chamado de vírus “morto”).

Assim, o esquema da vacina contra poliomielite será:

  • 1ª dose aos 2 meses de idade (injetável)
  • 2ª dose aos 4 meses de idade (injetável)
  • 3ª dose aos 6 meses de idade (injetável)
  • 1º reforço aos 15 meses de idade (oral)
  • 2º reforço aos 4 anos de idade (oral)

4. Vacina contra HPV. Para proteger as meninas de 9 a 13 anos contra os principais tipos de papilomavírus humano, fortemente associado ao câncer de colo de útero. Como era antes: era aplicada em três doses. A segunda dose era após 6 meses da primeira, e a terceira, após cinco anos. Como será agora: a vacina será aplicada em duas doses, com intervalo de 6 meses cada.

5. Vacina anti-pneumocócica 10-valente. O público-alvo são as crianças até 5 anos. Essa vacina protege as crianças da infecção causada por uma bactéria, popularmente chamada de Pneumococos. Essa bactéria pode causar pneumonia, otite, meningite, entre outras doenças. Como era antes: era aplicada em três doses + um reforço. Como será agora: Só será aplicada em duas doses + reforço.

Assim, o esquema da vacinação anti-pneumocócica será:

  • 1ª dose aos 2 meses de idade
  • 2ª dose aos 4 meses de idade
  • Reforço aos 12 meses de idade.

6. Vacina anti-meningocócica C. Essa vacina protege contra a bactéria meningococo C, que causa meningite. O público-alvo são as crianças até 4 anos. Como era antes: o reforço acontecia aos 15 meses. Como será agora: o reforço foi antecipado para os 12 meses.

Assim, o esquema para vacina anti-meningocócica será:

  • 1ª dose aos 3 meses
  • 2ª dose aos 5 meses
  • 1º reforço: aos 12 meses

Em casos de não vacinados: dose única entre 12 meses e 4 anos.

Atualizaram aí os cartões da família, né?

Vacina é proteção PARA TODOS, não só para nossa família. Partiu exercer nossa cidadania? Vacine-se!

Segue um site bem legal da Sociedade Brasileira de Imunização, que fala sobre vacinação: http://familia.sbim.org.br/ Lá tem também alguns mitos que costumam circular por aí, informações sobre as doenças e uns vídeos bem bacanas incentivando a prevenção.

Aqui vai um vídeo contando a história de pessoas que tiveram poliomielite e incentivando às mães e pais à vacinarem seus filhos:

 

REFERÊNCIAS:

Nota normativa do Ministério da Saúde sobre as mudanças no calendário de vacinação. Disponível em: http://www.aids.gov.br/sites/default/files/anexos/legislacao/2015/58563/nota_informativa_149_pdf_23535.pdf. Acessado em 06/01/2016

Portal Saúde. Ministério da Saúde realiza mudanças no calendário de vacinação. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/21518-ministerio-da-saude-realiza-mudancas-no-calendario-de-vacinacao. Acessado em 06/01/2016

Folha de São Paulo. Calendário de vacinação no SUS terá mudanças esse ano; veja alterações. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/01/1726049-calendario-de-vacinacao-no-sus-tera-mudancas-neste-ano-veja-alteracoes.shtml. Acessado em: 06/01/2016

É permitida a reprodução total ou parcial desta publicação, desde que citada a fonte (Dotô, é virose?)